Você está em: Assessoria Econômica > ABBC Destaca

Assessoria Econômica

ABBC Destaca

Termômetro do Crédito - Cenários ameaçam a recuperação

Em julho, o saldo de crédito do SFN reduziu 0,2% na margem e elevou-se 2,4% em 12 meses. Na mesma comparação, o estoque das operações com pessoas físicas (PF) aumentou 0,5% na margem e de 6,4% a.a. e o das pessoas jurídicas (PJ) mostrou quedas de 1,0% no mês e de 2,1% em 12 meses. A performance da carteira PF com recursos livres (RL) reflete o bom desempenho das modalidades, como o cartão de crédito à vista (13,6% a.a.), o crédito consignado (7,7% a.a.) e o financiamento de veículos (11,0% a.a.). Já para PJ, a queda de margem de 1,0% refletiu a liquidação sazonal de operações relacionadas ao fluxo de caixa das empresas. Entretanto, as concessões anualizadas para PJ consolidam uma recuperação, com um avanço de 8,2% a.a.. Já para PF, observa-se uma acomodação no ritmo de expansão de novos empréstimos (9,4% a.a.). A taxa de juros das concessões situou-se em 24,5% a.a., com quedas de 0,1 p.p. na margem e 4,4 p.p. em 12 meses, enquanto a que representa a rentabilidade das operações em aberto das carteiras encerrou jul/18 em 20,9% a.a., com retrações de 0,2 p.p. na margem, 1,3 p.p. em 12 meses. A inadimplência média das operações situada em 3,0%, apresentou reduções de 0,02 p.p. no mês e  de 0,7 p.p. em 12 meses. Em tese, a composição de taxas de juros mais baixas e queda de inadimplência mostram-se como uma base para expansão de crédito, contudo o amplo rol de incertezas políticas e econômica ameaça a continuidade da melhoria das condições de oferta. Por sua vez, a lenta recuperação da atividade e do mercado de trabalho freia a demanda de crédito pelas empresas e famílias.
 
 
Para ler na íntegra, clique aqui.

Endereço:
Av. Paulista, 1.842 - 15º andar - conj. 156
Edifício Cetenco Plaza - Torre Norte Cerqueira César - CEP: 01310-923
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3288-1688
Fax: (5511) 3288-3390