Você está em: Assessoria Econômica > ABBC Destaca

Assessoria Econômica

ABBC Destaca

Termômetro do Crédito - Paralisação impacta concessões PF

Em junho, o ritmo de expansão do saldo total configurou um avanço de 0,7% na margem e de 1,7% em doze meses. No primeiro semestre, a carteira total cresceu 1,2%, refletindo o melhor desempenho do segmento de recursos livres (RL) para pessoas físicas (PF) e pessoas jurídicas (PJ). O estoque das operações de RL para PJ foi impulsionado pelas linhas voltadas aos fluxos de caixa das empresas, merecendo também destaque o impacto da cotação do câmbio no saldo das modalidades referenciadas ao dólar. Contudo, a queda significativa dos indicadores de comércio e serviços no mês de junho produzida pela paralisação dos caminhoneiros encontrou repercussão nos novos empréstimos para PF. Para esse segmento, o ritmo de crescimento reduziu de 9,7% a.a. em mai/18 para 9,4% a.a. e a média móvel trimestral dessazonalizada (MM3) registrou baixa de 0,2% na margem. Em contraste, tanto a evolução anual como a MM3 das concessões para as PJ indicaram recuperação. O indicador de inadimplência situou-se em 3,1%, registrando recuos de 0,2 p.p. no mês, 0,2 p.p. no semestre e de 0,7 p.p. em 12 meses. Na abertura por tipo de tomador, o indicador para a carteira de PJ aponta quedas mais intensas, fechando em 2,6%. Já a taxa de juros do SFN registrou um recuo de 0,3 p.p. no mês, 0,9 p.p. no semestre e 4,1 p.p. em termos anuais, situando-se em 24,7% a.a.. Finalmente, o ritmo anual ainda é lento, em consonância com a debilidade da atividade econômica, as incertezas dos cenários interno e externo e a desalavancagem das empresas e famílias que freiam a recuperação do mercado de crédito.
 
Para ler na íntegra, clique aqui.

Endereço:
Av. Paulista, 1.842 - 15º andar - conj. 156
Edifício Cetenco Plaza - Torre Norte Cerqueira César - CEP: 01310-923
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3288-1688
Fax: (5511) 3288-3390