Você está em: Assessoria Econômica > ABBC Destaca

Assessoria Econômica

ABBC Destaca

Termômetro do Crédito - Retomada das concessões para pessoas jurídicas

Em fevereiro, o mercado de crédito fechou com retração de 0,3% em termos anuais (ante -3,5% em fev/17). Ainda refletindo os impactos do alto nível de desemprego e do cenário macroeconômico adverso na propensão a consumir, o mercado de crédito exibe uma melhora gradativa. Este movimento é sustentado fundamentalmente no segmento de pessoas físicas (PF) e combinado com o maior o consumo das famílias. As modalidades cartão de crédito à vista, financiamento de veículos e crédito com recursos livres (RL) confirmam o maior dinamismo das operações com PF. Por outro lado, as operações com recursos direcionados (RD) configuram um cenário mais negativo, corroborado pelos impactos da linha BNDES, que corresponde por 31,6% do total dos RD.
 
O maior destaque do mês foi o desempenho anual das concessões acumuladas em 12 meses para as pessoas jurídicas (PJ), que após 37 meses de fortes quedas, mostrou um aumento de 0,4% a.a.. No mesmo sentido, a média trimestral das concessões dessazonalizadas para PJ terminou o mês configurando avanços significativos (3,9% no mês e 12,5% a.a.). Em termos prospectivos, este movimento sinaliza uma provável inversão da tendência negativa do salto total para PJ. Para as PF, os novos empréstimos prosseguem mostrando uma recuperação mais intensa.
 
A inadimplência total das operações do SFN situou-se em 3,4%, permanecendo estável na margem, com recuo anual de 0,4 p.p.. O indicador para a carteira com PF tem comportamento semelhante, fechando o mês em 3,7% (-0,3 p.p. em 12 meses). Esta melhora do índice para PF reflete o processo de desalavancagem das famílias. Um indicativo da melhora é expresso na evolução dos créditos renegociados, que após registrarem um crescimento de 21,4% em jan/16, no ápice do efeito da crise econômica no mercado de trabalho e na capacidade de pagamento das dívidas das famílias, terminou fev/18 com retração de 1,3% a.a..
 
Finalmente, neste cenário, a Assessoria Econômica da ABBC projeta para o mercado de crédito um crescimento nominal de 4,0% em 2018. As operações com RL devem aumentar 6,0% e as com RD 1,8% no ano. Considerando-se o tipo de tomador, o saldo dos empréstimos para PF deve crescer 9,0%, enquanto que o das PJ deve cair 1,9%. O Banco Central, por sua vez, revisou para cima sua expectativa para o crescimento do mercado de crédito em 2018. A projeção do total subiu de 3,0% para 3,5%, para os RL de 4,0% para 6,0% e para os RD manteve-se a previsão de 1,0%.
 
Para ler na íntegra, clique aqui.

Endereço:
Av. Paulista, 1.842 - 15º andar - conj. 156
Edifício Cetenco Plaza - Torre Norte Cerqueira César - CEP: 01310-923
São Paulo - SP
Telefone: (5511) 3288-1688
Fax: (5511) 3288-3390